Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um Pouco) Dramática expõe o tema bullying de uma forma leve e divertida, mas que conscientiza sobre os males que atinge as crianças e adolescentes.

Finalmente li um livro da consagrada  Thalita Rebouças, que é adorada pelo público jovem. Sempre tive interesse pelos livros da autora, pois ela é a Meg Cabot brasileira. Thalita consegue vender milhões de livros para um público que tem muitas de opções para entretenimento. O título exagerado, como a personagem principal, me chamou atenção, assim como o tema do livro.

Trama

O livro é sobre Tetê, uma adolescente de 15 anos que está depressiva devido a sua vida familiar e ao bullying que sofria na escola. Sua mãe a leva para um psiquiatra e ela relata que é tímida e estudiosa, o que dificulta suas tentativas em fazer amigos. Sua única tentativa de amizade, se transformou em pesadelo com uma paixão não correspondida e bullying de toda a escola.

Assim, ela se vê angustiada quando precisa iniciar em uma nova escola. Felizmente, Tetê consegue fazer amizade com os também excluídos Zeca, por ser gay, e Davi, por ser um nerd. Mas ela não escapa do bullying, sendo alvo agora de Valentina, a garota popular e namorada de sua nova paixonite, Erick.

Personagens

A personagem principal é muito engraçada. Isso dá a leveza da história, visto que o tema é pesado. Além disso, os coadjuvantes também acaba sendo bem divertidos, especialmente Zeca com seus comentários e Davi com seu jeito peculiar.

Cada personagem representa os clichês visto na época da adolescência. Mesmo assim, eles conseguem se sobressair por apresentar de uma forma real que na vida não há vilões ou mocinhos. Todos estão tentando entender a complexidade que é passar pela fase da adolescência, buscando aprovação nem que sejam só dos amigos.

Um destaque para o personagem Dudu, irmão mais velho de Davi, que parece muito maduro e ao mesmo tempo se encaixa perfeitamente com a turma mais jovem. O personagem se encaixa perfeitamente no tipo de garoto que Tetê merece como primeiro amor.

Vale a pena?

A história de Tetê é uma reflexão sobre o tema bullying de uma forma leve. É um bom livro para se trabalhar com o público jovem. Além da temática principal, a história ainda passa lição sobre a importância do respeito, tolerância e amizade.

Tetê, no fim das contas, não é dramática, mas apenas uma adolescente que sente tudo com intensidade e com um passado/presente difícil. A história dela é um exemplo de como pais, alunos e estudantes devem estar atentos ao bullying, assim como aceitação em grupo e sintomas de depressão. Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um Pouco) Dramática vale a pena para todas as idades!