Book Review: Por Que Indiana, João? (Danilo Leonardi)

the29chapters_bookreview_Por-Que-Indiana_João_Danilo_Leonardi
Uma leitura que vai mudar seu modo de ver as histórias sobre adolescentes e seus dramas juvenis.

Quem ao se ver vitima de injustiças, não gostaria de ser salvo por algum herói improvável e ter sua dose de vingança? Em Por Que Indiana, João?, o protagonista se torna um herói por força das circunstâncias e consegue nos provar que nem sempre a vingança é a melhor saída. Então, venha conhecer mais sobre este livro de Leonardi Danilo.

Clique aqui e adquira na Amazon!the29chapters_bookreview_Por-Que-Indiana_João_Danilo_Leonardi 

Trama

Aos 15 anos, João Vitor Galeto é um adolescente tímido que sofre bullying diariamente na escola em que estuda. Cansado de viver sob o julgo dos valentões, acaba reagindo a uma agressão.

Mas o ato é gravado pelos colegas de sala e acaba caindo na internet e viralizando. Em questão de dias, João se vê como um herói capaz de vingar todas as vítimas de bullying. Só que tudo na vida tem um preço e João vai descobrir que pode ser um valor alto demais.

Clique aqui e adquira na Amazon!

Personagens

A história gira em torno de João, Daniel, Bruno e Rodrigo. Eles são jovens fora do padrões e que não conseguem se encaixar neles. Também mostra o ponto de vista de Guilherme, Leonardo Leme, Cacá, Vitor e Julia.

Dessa forma, o livro discute o tema em suas histórias de maneiras distintas, seja como vítima ou como bully. Os personagens conseguem nos convencer. Já que são cheios de problemas emocionais e que só sabem meter os pés pelas mãos.

Clique aqui e adquira na Amazon!

Alguns são mais complexos e dão um tom de drama ao livro. Assim, deixa a história com o tom de seriedade que o tema exige. Bullying é um tema sério e grave, precisando de toda a atenção da sociedade possível.

Perspectiva de escritora

Um dos pontos que mais me agradou no livro foi a reinvenção de um tema comum. Já que o autor conseguiu dar uma roupagem nova ao tema High School. Além de discutir o tema violência escolar, mundo virtual, tiroteio em centros educacionais e vida em sociedade sem se exceder.

Muitos livros atualmente discutem o tema da mesma maneira. Sem muitas novidades. Isso acaba deixando o leitor saturado do assunto. No caso do Danilo, ele conseguiu contar sua história de uma maneira nova e responsável. Conseguiu inclusive discutir questões éticas com exemplos válidos.

O livro é narrado em primeira pessoa, tendo uma introdução clara e objetiva. O desenrolar do texto segue sem furos e cumpre bem a proposta da trama. E com uma conclusão que se mostra aquém do prometido.  Portanto, o autor consegue fechar o enredo com chave de ouro, deixando uma bela lição no final.

Clique aqui e adquira na Amazon!

Vale a pena ler Por Que Indiana, João?

Já fiz uma resenha no meu ig contando como este livro foi uma grande e grata surpresa. Com uma sinopse que soa comum, se revelou uma leitura emocionante e enriquecedora.

O livro transmite uma mensagem de como atitudes que são pequenas podem representar um impacto gigante na vida de outra pessoa. Mostra também que responder a violência com violência nunca é a solução. Por fim, o livro sugere saídas louváveis para solucionar o grande mal que é o Bullying nas escolas.

Clique aqui e adquira na Amazon!

E você já leu esse livro? O que achou da leitura? Comente!

Texto por Yane Faria (Instagram: @leituraqueebomeeugosto)

Anteriores

Álbum: Wildness – Snow Patrol (2018)

Próximo

Inglês com Filmes: 5 Expressões com Whiplash

  1. Angela Sueli Costa

    Vivo isso diariamente em sala de aula. Acompanho alunos de diferentes meios sociais, raciais e desníveis culturais. Mas todos têm uma coisa em comum: desprezo pelo mais fraco ou diferente.
    Mas esse fenômeno não é atual. Sempre existiu. De uma forma mais velada, mas sempre existiu.
    Hoje vemos muito mais claro como o ser humano consegue ser tão odioso em relação ao outro. Seja nas escolas, amizades e nos silêncios dos lares.

    • Oi, Angela

      Pois é, concordo com você. Sempre existiu e eu sofri muito na infância em silêncio por causa disso.

      Fico feliz que atualmente seja um assunto debatido e que existam pessoas lutando contra isso.

      Quem sabe no futuro esse tipo de atitude seja praticamente eliminado, né?

      Obrigada pelo comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén