Em um mundo em que mudança se tornou uma constante, ser flexível é uma necessidade.

Flexibilidade é essencial para viver no ambiente corporativo. Ainda assim tem muita gente que ainda resisti. Existem várias explicações científicas para isto. Acho interessante a que o nosso cérebro tenta manter as coisas como estão, economizando energia em criar novos cenários e novas soluções. Ou seja, é biológico a necessidade de manter um padrão, uma rotina. Porém, isso não quer dizer que devemos estacionar completamente. Lembra do conto do sapo que é cozinhado sem perceber? Pois é, não seja esse sapo!

O que é Flexibilidade?

O dicionário define como flexível como “a habilidade de ser maleável”. Uma pessoa flexível irá analisar a situação que se apresenta considerando suas possibilidades e a partir daí tomar uma decisão. Ela tem a opção de seguir um caminho diferenciado do que planejou, pois entende que esse “desvio” pode ser exatamente o que precisa para chegar até seu objetivo final.

Ser flexível é mudar sempre?

Sempre mudamos. Estamos em constante evolução. Aprendendo e melhorando. Porém, ser flexível não quer dizer que você vai mudar sempre e por completo. Não mudamos a nossa essência e nem nossos valores. Ajustamos às vezes para sermos melhores. Mas você não deixa de ser você. Com todas as suas habilidades e pontos fracos.

A flexibilidade te ajuda a se ajustar ao cenário, buscando tirar o melhor daquele momento. Pessoas rígidas são difíceis de lidar pois só aceitam determinada regra. Hoje em dia a mudança de regras é tão ágil quanto um novo tweet. Regras são importantes e necessárias, mas não são imutáveis.

Flexibilidade é o grande trunfo da negociação

Já ouviu falar da negociação ganha-ganha? Pois é, esta é a realidade do mercado. Claro que há exceções com empresas que “massacram” seus adversários. Contudo, cada vez mais esse tipo de “cultura” está sendo deixada de lado. Porquê? Bom, todo mundo quer ganhar. Estamos em um debate intenso sobre responsabilidade, ética e construção de legado.

Uma negociação ganha-ganha mostra que você está preocupado não só com seus ganhos, mas com os resultados de outras pessoas, seja um parceiro de negócio ou um cliente. O investimento nesse tipo de imagem é bom não só pelos seus valores, mas também para ter a confiança das pessoas.

E você? Já consegue ser flexível? Ou está mais para uma pessoa metódica? Deixe nos comentários abaixo como a flexibilidade faz parte do seu dia a dia.