Movie Review: Buscando… (Searching… – 2018)

 Um suspense investigativo de peso, contado através das telas de notebook e smartphone.

Com baixíssimo orçamento e elenco reduzido, “Buscando…” surpreende pela excelente condução narrativa, através do ponto de vista de telas de computadores, smartphones, e layouts de redes sociais. O que vem sendo chamado de “screen life“, (quando o roteiro usa elementos como: webcams, vídeo chamadas; para desenvolver sua história).

Sinopse

Após uma jovem de 16 anos (Michelle La) desaparecer, seu pai David Kim (John Cho) pede ajuda às autoridades locais. Sem sucesso, após 37 horas, David decide vasculhar o computador de sua filha para procurar pistas que possam levar ao seu paradeiro.

Screen Life

Apesar da novidade, o “screen life”, com histórias que se desenrolam exclusivamente em telas de computadores, celulares ou televisores; possui um recente exemplar de sucesso, Amizade Desfeita (2015), também produzido pelo russo Timur Bekmambetov, mesmo produtor de Buscando…

Uma Vida Registrada

O eficiente prólogo do filme se encarrega de resumir a vida da família, através de registros de vídeos, colagens de fotos, álbuns de aniversários e festas do colégio. A familiaridade com o nosso presente é genial. Quem aí não recebe aquelas notificações do Google fotos lembrando o que aconteceu no passado?

Não é feitiçaria, é tecnologia! =)

O fato de quase todo mundo ter uma vida virtual registrada hoje em dia é justamente o gatilho do filme. É a parti daí que o genial roteiro do filme se desenrola. Através dos rastros virtuais – histórico de navegação, fotos nas redes sociais, aplicativos de mensagens, histórico do Google Maps, logins, check-in – qualquer pessoa é perfeitamente rastreável.

Plot Twist

Não fosse só o brilhantismo no uso do “Screen Life”, o roteiro é bem trabalhado e com uma reviravolta inimaginável. Manchetes dos telejornais, interfaces de mapas e “spy cams”, são utilizadas como auxílio narrativo.

Buscando… é dirigido e co-escrito pelo estreante Aneesh Chaganty. O filme ainda conta com Debra Messing, (Will & Grace, Muito Bem Acompanhada). Um típico filme de suspense investigativo, mas contado de forma criativa e inovadora.

Entra na lista de melhores do ano! Vale muito a pena ver na tela do cinema! Veja o trailer e perceba do que eu estou falando! 😉

Trailer: Buscando… [trailer legendado]

Por, @diogolimma

Anteriores

Book Review: Enraizados (Naomi Novik)

Próximo

Book Review: Grande Magia – Vida Criativa Sem Medo (Elizabeth Gilbert)

  1. Angela Costa

    Pela sua narrativa esse filme deve ser espetacular.
    Imagine só como deve ser um pai encontrando coisas inesperadas no notebook de sua filha adolescente? Vontade imensa de assistir. Obrigada pela dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén