Uma história sobre tudo que importa nessa vida e todas as coisas que a fazem ter sentido.

Confesso que quando vi o trailer fiquei interessada, mas não esperava gostar tanto do filme. Sem ter o lido o livro, imaginava que a história de amor entre Maddy e Olly seguiria a linha de A Culpa É das Estrelas. Ou seja, um amor juvenil com o drama sobre uma doença terminal. Porém,  Tudo e Todas as Coisas consegue surpreender e entregar um romance leve e sentimental.

Resultado de imagem para tudo e todas as coisas gifs

A Trama

Maddy Whittier é uma garota com uma doença rara. Isto a faz ficar presa em casa, pois não pode ter acesso a vírus ou bactérias do mundo exterior. Vivendo de forma isolada e solitária, sua vida muda quando Olly se muda para casa ao lado. Sem entender a razão da menina não sair de casa, ele tenta conhecê-la melhor e com isso a vida de Maddy nunca mais será a mesma.

Resultado de imagem para tudo e todas as coisas gifs

O Roteiro

O roteiro apresenta a leveza e inocência que a história precisa. Apesar de tratar de temas pesados, como um pai violento e uma mãe com problemas obsessivos, o filme é para todas as idades. A forma como a trama mostra as descobertas de Maddy é delicada, desde o amor por Olly até a sua experiência fora da sua “bolha”. Amei a metáfora que Maddy é como um astronauta na Terra.

Resultado de imagem para tudo e todas as coisas gifs

O ponto negativo da trama são algumas partes “forçadas”, como Maddy conseguindo facilmente comprar tudo e o que quiser com um cartão de crédito sem a mãe saber. Além da fuga/viagem dos dois que pareceu tão fácil que qualquer adolescente dos EUA poderia se arriscar.

Resultado de imagem para tudo e todas as coisas gifs

O final é complexo. A tentativa de dar um final feliz para o casal deixa em aberto questões importantes. Porém, você acaba relevando e focando na mensagem principal do filme: Viver é uma dádiva e você não deve desperdiçar sua chance!

Parte Técnica

A fotografia do filme é linda. Desde a bela casa de Maddy até a visão maravilhosa das praias do Havaí. As cenas de efeito especial são ótimas para um filme que provavelmente teve um baixo orçamento. A trilha sonora é impactante e viciante. Fiquei tão feliz em escutar “Heartbeats” – Esta é a música clássica de casais apaixonados em séries!

Imagem relacionada

Por fim, Tudo e Todas as Coisas é um filme sobre esperança. Afinal, é isto que vemos em casais jovens, certo? Gostei da delicadeza do filme e fiquei muito interessada em ler o livro. E você? O que achou do filme? Leu o livro? Deixe seu comentário abaixo!